Never complain, just thank.
Líbrame del dolor, me renueva la paz y el amor. ✝☼❃☁☪☀*❆❂☄✡☮ ☼
tt face insta ask f.a.q
C4-PACITADA©
+
Salvem as estrelas, gritava a moça. Salvem as estrelas, insistiu.
Amsterdã precisa delas, o mundo precisa delas. Mas ninguém dava a mínima atenção. Pelo contrário, olhavam-na com desprezo.
Já eu a olhava intrigado, o que que ela queria dizer? Uma metáfora?
Não havia entendido e odiava não entender. Até perceber a luz que irradiava da moça, era a luz de uma estrela, uma estrela na terra.
Entendi a mensagem que ela tentava passar a diante, e num grito uníssono completei sua frase: “SALVEM AS ESTRELAS”.
E quando fiquei ao lado da moça, do outro lado da situação.
Percebi como a humanidade era fria e indiferente. E então uma tristeza profunda me atingiu quando me dei conta de que sem essas estrelas na terra, mais cedo ou mais tarde voltaremos a ser escuridão.
Amsterdã, 1957.  (via julgando)

As pessoas não têm paciência para relacionamentos. Se está ruim elas simplesmente trocam. Não tentam, não se empenham, não lutam para dar certo. Não acho que a gente tem que aceitar tudo que o outro nos dá. Não acho que temos que cruzar os braços para o que está errado. Mas o amor exige uma dose de sacrifício. O amor não é descartável. O amor não pode ser jogado fora. Não dá pra fazer uma lipo no amor. A gente tem é que lutar por ele. Diariamente.
Clarissa Corrêa.   (via cartas-rasgadas)

Não sei o que Deus tenha planejado, mas o que vir dele eu vou em busca com muita fé! 🙏☝️💭


Aviso: eu não sou legal. Não gosto de gente burra, que força intimidade nas primeiras conversas e de repetir a mesma coisa duas vezes ou ter que responder perguntar óbvias até pra uma porta. Não me apego a praticamente ninguém… Mas quando me apego, é pra valer. Sou o tipo de amigo que não tá sempre bem, mas tá sempre junto. Sou facilmente conquistado pela boca. Tenho mania de corrigir os outros (e ficar puto quando sou corrigido), ironizar tudo — o tempo todo — e sou bem chatinho. Eu gosto de cafuné, dormir de ladinho e de chupões no pescoço. Outra coisa: uma dose de grosseria é sempre bom.
Vinícius Kretek. (via relevoar)

Aos oitenta e nove anos, posso te dizer: Sim, eu amei um único homem em toda a minha vida. Quando fiz setenta e dois, havia feito um ano que ele não estava mais presente; um ano que eu via esse sentimento permanecer na mesma intensidade que os cinquenta ao seu lado. E hoje, dezoito anos após a sua morte, continuo amando, nem um pouco a mais, nem um pouco a menos, mas na exatidão de provar que o amei todos os dias. Amar sem medidas é lindo, mas amar na medida pra durar a vida inteira é magnífico.
— Uma semana com a minha avó - Deprimentes (via delator)



O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
1 Coríntios 13:4-7. (via caluniad0r)


Então, esta é a minha vida. E quero que você saiba que sou feliz e triste ao mesmo tempo, e ainda estou tentando entender como posso ser assim.
As Vantagens de ser Invisível.  (via sintonizo)